#SemanaDoFarmacêutico Áreas que o farmacêutico pode atuar e você não sabia

19 de janeiro de 2018

O profissional de farmácia pode atuar em diferentes áreas, você sabe quais são?

No brasil, o primeiro curso de farmácia foi iniciado em 1832. Antes disso, o único profissional autorizado desenvolver as funções do farmacêutico eram os boticários.

Em 1931, a profissão de farmácia foi regulamentada, e para seguir este ramo as matérias ligadas a química e biologia são de requisitos fundamentais.

Conhecemos este profissional através dos balcões de farmácia mas muitas vezes não sabemos a sua atuação além do atendimento e controle dos medicamentos. O farmacêutico é um profissional requisitado e importante em diversas indústrias que envolvem saúde e conhecimento científico.

Existem três modalidades que este profissional pode atuar, sendo elas: Fármacos e Medicamentos, Análises Clínicas e Toxicológicas e Alimentos.

Na área farmacológica, o farmacêutico dedica-se a pesquisar novas drogas e cosméticos ou na produção e controle de qualidade de medicamentos, além de atuar em farmácias de manipulação de fitoterápicos ou homeopáticos.

Em análise clinicas e toxicológicas, o profissional de farmácia atua na analise em laboratórios, sendo responsável por exames clínicos-laboratoriais. Também podem identificar a presença de produtos  tóxicos que afetam pessoas, ambientes, alimentos e os medicamentos.

Na industria alimentícia, o farmacêutico pode atuar no controle da qualidade microbiológica, fisico-quimica e sensorial, sendo exemplos: água, óleos, leites e derivados.

é responsável também por desenvolver produtos e ingredientes alimentícios, onde são realizadas pesquisas em prol de desenvolver produtos viáveis para consumo humano.

Além de toda parte que envolve ciência e tecnologia, o farmacêutico pode atuar em 7o distintas áreas, é uma formação bem ampla que exige muita dedicação e noções amplas nas áreas de ciências e química.

Estas são as diferentes áreas de atuação:

Acupuntura
Administração de laboratório clínico
Administração farmacêutica
Administração hospitalar
Análises clínicas
Assistência domiciliar em equipes multidisciplinares
Atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência
Auditoria farmacêutica
Bacteriologia clínica
Banco de cordão umbilical
Banco de leite humano
Banco de sangue
Banco de Sêmen
Banco de órgãos
Biofarmácia
Biologia molecular
Bioquímica clínica
Bromatologia
Citologia clínica
Citopatologia
Citoquímica
Controle de qualidade e tratamento de água, potabilidade e controle ambiental
Controle de vetores e pragas urbanas
Cosmetologia
Exames de DNA
Farmacêutico na análise físico-química do solo
Farmácia antroposófica
Farmácia clínica
Farmácia comunitária
Farmácia de dispensação
Fracionamento de medicamentos
Farmácia dermatológica
Farmácia homeopática
Farmácia hospitalar
Farmácia industrial
Farmácia magistral
Farmácia nuclear (radiofarmácia)
Farmácia oncológica
Farmácia pública
Farmácia veterinária
Farmácia-escola
Farmacocinética clínica
Farmacoepidemiologia
Fitoterapia
Gases e misturas de uso terapêutico
Genética humana
Gerenciamento de resíduos dos serviços de saúde
Hematologia clínica
Hemoterapia
Histopatologia
Histoquímica
Imunocitoquímica
Imunogenética e histocompatibilidade
Imunohistoquímica
Imunologia clínica
Imunopatologia
Meio ambiente, segurança no trabalho, saúde ocupacional e responsabilidade social
Micologia clínica
Microbiologia clínica
Nutrição parenteral
Parasitologia clínica
Saúde pública
Toxicologia clínica
Toxicologia ambiental
Toxicologia de alimentos
Toxicologia desportiva
Toxicologia farmacêutica
Toxicologia forense
Toxicologia ocupacional
Toxicologia veterinária
Vigilância sanitária
Virologia clínica.

Veja os posts da semana do farmacêutico:

#SemanaDoFarmacêutico Curiosidades sobre farmacêuticos

#SemanaDoFarmacêutico Como é a rotina de um farmacêutico?

#SemanaDoFarmacêutico Qual a importância do farmacêutico?